Policiais
Publicada em 27/01/23 às 10:32h - 68 visualizações
Ceará: após aula de educação sexual, filha relata à professora que foi estuprada pelo próprio pai

Gcmais

 (Foto: gcmais)
Homem foi preso no Distrito Federal, ele também teria cometido o mesmo crime com a enteada. As investigações permanecem, com foco de identificar se a genitora das adolescentes foi conivente ou omissa.

Um homem de 40 anos foi preso suspeito de estuprar duas adolescentes, a filha e a enteada, no município de Tauá, no interior do Ceará. Os crimes foram noticiados à Polícia Civil no ano passado, já a prisão aconteceu na quarta-feira (25), no Distrito Federal, local para onde o homem fugiu após tomar conhecimento que era alvo das investigações policiais. A filha dele relatou a uma professora que era vítima dos abusos sexuais, após uma aula de educação sexual no município cearense

No ano passado, equipes da Delegacia Regional de Tauá receberam uma denúncia anônima para relatar que duas adolescentes, de 17 e 15 anos, sofriam abusos sexuais cometidos pelo homem. Ao se aprofundarem no caso e identificar as vítimas, os investigadores iniciaram uma série de ações para apurar todos os detalhes sobre os crimes.

Os investigadores tomaram conhecimento de que os abusos sexuais eram cometidos por ele desde que elas tinham idades inferiores a 14 anos. Ainda com base nas investigações, uma das vítimas chegou a relatar o crime para uma professora, assim que assistiu uma aula sobre educação sexual

Na época, a professora da jovem relatou o caso à genitora. Diante dos detalhes sobre os crimes cometidos de forma continuada, os policiais civis representaram pela prisão preventiva do homem de 40 anos que, após se tornar alvo das investigações, fugiu do Ceará.

Na quarta-feira (25), com a ajuda de uma equipe da Polícia Civil do Distrito Policial (PCDF), os policiais localizaram o homem e cumpriram o mandado que estava aberto em seu desfavor. Ele, que não reagiu à abordagem, foi localizado na região conhecida como Riacho Fundo, em Brasília. Com isso, o homem se encontra à disposição da Justiça cearense. As investigações permanecem, com foco de identificar se a genitora das meninas foi conivente ou omissa.

*O nome do suspeito não será revelado com o objetivo de preservar a identificação das vítimas.

via:gcmais



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


(88) 9.8176-9738

Hora Certa




Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




Bate Papo

Digite seu NOME:


Anunciantes








Promoçoes

Nenhum registro encontrado.



Classificados




Converse conosco pelo Whatsapp!
Quer vender? Anuncie Aqui! Contate-nos (88) 99319-4053
Copyright (c) 2024 - TV Web Camocim - Todos os direitos reservados