Policiais
Publicada em 27/09/22 às 09:26h - 88 visualizações
Motorista de candidata a deputada estadual é morto a tiros durante evento político em Fortaleza
Ianário Pereira Souza Rocha acompanhava a candidata durante uma ação no Bairro Antônio Bezerra.

G1CE

Ianário Pereira Souza Rocha foi morto a tiros enquando trabalhava como motorista de uma candidata a deputada estadual, em Fortaleza  (Foto: reprodução)
O motorista da candidata a deputada estadual Sabrina Veras (MDB) foi morto a tiros durante um evento da campanha política na Rua Professor Leite Gondim, no Bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, no fim da tarde desta segunda-feira (26).

A equipe da candidata divulgou uma nota de pesar pela morte do colaborador, identificado como Ianário Pereira Souza Rocha.

"A comitiva da candidata emedebista Sabrina Veras foi vítima de um ato de violência no final da tarde desta segunda-feira, durante um evento de campanha. Na ação criminosa, o motorista da equipe. Sr. Ianário Pereira de Souza Rocha, foi brutalmente assassinado", diz um trecho da nota.

Ainda segundo o comunicado, a polícia já iniciou as investigações para apurar a motivação do crime.

"Esperamos que as autoridades realizem ampla e célere investigação e responsabilizem os culpados. Extremamente abaladas, Sabrina Veras e sua equipe estão prestando total apoio à família da vítima, à qual se solidarizam com os mais profundos votos de pesar, assim como a seus amigos e colegas", informou a nota.

Devido ao acirramento político, 10 cidades do Ceará vão receber reforço de tropas federais no dia da eleição, 2 de outubro: Fortaleza, Quixadá, Tauá, Sobral, Juazeiro do Norte, Caucaia, Pacajus, Aquiraz, Horizonte e Maracanaú.

A função das forças federais nas eleições é a de auxiliar em sua logística – como transportar urnas e garantir segurança em áreas mais tumultuadas, conforme previsto na Constituição.

Na segunda-feira (26), a polícia prendeu um homem em Cascavel suspeito de homicídio motivado por conflito político.

Conforme fontes ligadas à investigação, testemunhas informaram que o suspeito chegou ao bar acompanhado da esposa, perguntando "Quem é Lula aqui?". Relataram ainda que a vítima se identificou como eleitor de Lula e, então, se iniciou uma discussão entre os dois. As testemunhas contam ainda que o nome dos candidatos Bolsonaro e Lula foram ouvidos durante a briga, quando o agressor atacou a vítima a facadas.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


(88) 9.8176-9738

Hora Certa




Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




Bate Papo

Digite seu NOME:


Anunciantes








Promoçoes

Nenhum registro encontrado.



Classificados




Converse conosco pelo Whatsapp!
Quer vender? Anuncie Aqui! Contate-nos (88) 99319-4053
Copyright (c) 2024 - TV Web Camocim - Todos os direitos reservados